07 janeiro, 2016

orgânico

sentidos ao alcance, 
botava-os no corpo e pulava retinha
de um trampolim com nome   p   a   c   i   ê   n   c   i   a

nas aulinhas de gaita tentavam ensinar
a respirar pelo diafragma, sei lá.
gostava era de observar nisso o ventre,
seu movimento.
...o ventre é uma coisa que acorda
lisa e reta como as folhas sem pecado
só que nas entranhas, o diabo...
por exemplo quando cai a tarde alongada,
em que toda palavra engolida
resulta em bolos indigestos.
então, por respeito aos processos e ao tom do tempo,
você entende que o forno é o útero da casa;
que quanto mais as horas se fazem matéria,
menos vestígios ficam na mão.

nesta massa mesmo – a minha própria
há um crescente por cozer
em todo o tronco
cujo nome (tomara!) não será tensão.